segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

o porquê nem sempre precisa existir

em meio a uma época cheia de escolhas para serem feitas e ações para serem tomadas, eis que o porquê nem sempre existe. parece meio bobo falar isso, mas, talvez, o porquê seja o questionamento menos importante a ser feito nesse momento.

a vida é ampla demais e cheia de possibilidades para nos apegarmos aos motivos pelos quais tomamos esta ou aquela decisão.

se considerarmos o tanto de pensamentos que circulam as nossas mentes diariamente e, ao mesmo tempo, se analisarmos o tanto de coisas que cogitamos fazer e simplesmente não fazemos, buscando os porquês disso ou daquilo.

pois é... às vezes falta motivação. às vezes é o resultado da ausência de movimento em nosso corpo. e muitas vezes pode ser a carência de ousadia na dose necessária para viver.

regras. porquês. expectativas. pra quê? 
nossos dias precisam mais de respiração tranquila e de olhos fechados ao som da melhor música. 

movimente-se! a regra da vez é o que coração mandar.
sem culpa, com bom senso, sem hipocrisia e com respeito.